Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

Mordida de bebê é um caso sério. Acredito que você mamãe já passou pela situação do seu filho chegar com alguma mordida em casa depois de retornar da creche. Cresce uma revolta e a necessidade de obter explicações da instituição de ensino.
 
Mas você sabia que este ato do bebê até certo limite pode ser uma coisa normal? E que não vai adiantar nada criar um conflito com o pequeno mordedor?
 
Todas as dúvidas mamãe que você apresenta, serão respondidas com esta matéria.
 
Continue conosco e aprenda a forma correta de agir com a situação, e entenda o porquê do seu filho morder no momento da amamentação.

Por que as crianças mordem?


As crianças mordem porquê estão desenvolvendo a comunicação, pela incapacidade de diálogo por causa da sua pouca idade. Quando elas desejam alguma coisa e são contrariadas, a mordida é uma forma de obter o que deseja e chamar a atenção de um adulto.
 
Até aos 3 anos, ela não tem noção das necessidades do próximo, e sua percepção de mundo se limita apenas aos seus desejos.
 
Agora que você entendeu os motivos que fazem as crianças morderem, aprenda o que fazer diante da situação.

Crianças que mordem: O que fazer?


Crianças que mordem precisam de algumas ações inteligentes por parte de seus pais para controlar o problema. Vamos passar um passo a passo simples e eficaz para te ajudar:

1 – Observe o seu filho com atenção. Perceba qual o real motivo que o leva a reagir com mordidas. Necessidade de atenção? O seu bebê usa esse recurso para conseguir um brinquedo, expressar que está com fome ou sede? Identifique a raiz da questão para prevenir.
 
2 -  Não o chame de “monstrinho” ou o morda para ele sentir dor. Bebês de 1 a 3 anos são impulsivos e respondem mal a certas atitudes. Com firmeza, de comandos como:   “Não pode morder”, “Machuca”, ‘’Não faça mais isso”. Com o tempo o bebê vai entendo que morder é um coisa ruim.
 
3 – Ensine com muita paciência, como o neném deve agir no caso de sentir a necessidade de morder.  Ao invés desde impulso, eduque ele com algumas palavras que são socialmente aceitáveis.
 
4 – Nunca prive o seu bebê do convivo social. Ele precisa passar por essas experiências para evoluir.
 
O que muitas mães reclamam muito, são de mordidas no momento da amamentação. Veja o que fazer.

Como evitar mordidas durante a amamentação?


Geralmente a mordida do bebê ocorre no final da amamentação. Quando perceber que está chegando ao fim e infelizmente passar por esta experiência, interrompa o processo e olhe nos olhos do neném e diga “não” com firmeza. Não demostre bom humor exagerado ou irritação, pois o bebê vai interpretar como algo interessante a se fazer, ou até mesmo fazer greve de amamentação se perceber que você ficou nervosa. 
 
Mas, e se não resolver a situação?
 
Persistindo as mordidas do bebê, é um indicio de que alguma coisa está errada. Não entre em desespero. Antes de qualquer atitude precipitada, procure ajuda especializada. A melhor solução é a consulta com um pediatra. Esse profissional, vai auxiliar na identificação da principal causa dessa atitude da criança.
 
Observe sempre com atenção o que acontece com o seu filho. A saúde dele depende disso.
 
Curta e compartilhe este conteúdo com outras mães no Facebook. Ajude elas a cuidar com mais eficiência dos seus filhos. Qualquer dúvida estamos aqui para ajudar.
 

Dra. Paula Regina Colombi

Dra. Paula Regina Colombi

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB
Especialista em Homeopatia pela AMH


FALE COM O ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças