Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

Se você deseja que a criança cresça com qualidade de vida, um dos fatores importantíssimos é uma alimentação saudável. Enfermidades como obesidade, hipertensão e imunidade baixa, podem ser evitadas com um cardápio mais equilibrado.
 
Estudos comprovam que crianças que começam desde de cedo a implementar em sua rotina refeições equilibradas, tem maior tendência a uma vida mais feliz.
 
Acompanhe o nosso texto aonde vamos ensinar como criar um cardápio saudável para bebês com até 2 anos, pois nesta faixa de idade, muitos pais apresentam dúvidas, devido a poucas opções de menu infantil.

1 – Alimentação saudável para crianças: A importância do leite materno

 
Até ao 6 meses é indispensável alimentar o bebê com o leite materno, por diversos motivos de saúde e formação de um sistema de proteção para o organismo. As propriedades deste alimento, trazem inúmeros benefícios, como melhora da função respiratória, formação dos dentes, fala e funcionamento do sistema digestivo.
 
Mas após aos 6 meses pode introduzir outros alimentos para o bebê?  E como fica a rotina de amamentação?

2 – Cardápio infantil após ao 6 meses

 
Neste período da vida do bebê, é muito importante incluir em sua dieta, carnes, legumes, cereais e fibras, amamentando o bebê de vez em quando para manter as propriedades de imunidade do organismo.
 
É importante dizer que a amamentação deve ser mantida até aos 2 anos de idade, porém com menos frequência para não atrapalhar na introdução de outros alimentos, que vão ajudar no desenvolvimento da criança.
 

3 – Saiba como estimular a criança a se alimentar

 
Procure oferecer alimentos em quantidades pequenas para não enjoar o bebê, com esta pequena atitude, você vai estimulando o apetite dele aos poucos. A paciência é importantíssima para compreender os momentos de rejeição do bebê, e alimentá-lo com diferentes tipos de carnes, legumes, cereais e fibras, com sabores variados de papinha, aguçando o paladar.
 

4 – Ofereça a criança bastante água


Água ajuda no funcionamento do organismo digestivo do bebê, e não pode faltar em um cardápio saudável para crianças. Por ser essencial para evitar doenças, como infecção urinária, a água nesta fase da vida, é indispensável para que a saúde do bebê possa evoluir cada vez mais.
 

5 – Alimentos que devem ser evitados para bebês

 
Açúcar, sal, frituras, chás, chocolates, mel e derivados químicos de frutas, são prejudiciais à saúde do bebê, por apresentarem em suas composições, elementos que podem prejudicar o desenvolvimento digestivo da criança, fora alguns efeitos negativos como aumento de peso, e entre outros males, que devem ser evitados dentro de um menu recomendável para esta faixa etária.
 
Agora que você conhece um pouco sobre como criar um cardápio saudável para bebês, que tal aprender um pouco sobre alergias? Acesse para entender melhor!

Dra. Paula Regina Colombi

Dra. Paula Regina Colombi

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB
Especialista em Homeopatia pela AMH


FALE COM O ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças