Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

Uma das dúvidas das mães de primeira viagem, vem do surgimento de cólicas nos bebês. O choro intenso e agoniante, traz um certo desespero, e fica difícil saber qual é a fonte do problema.

Pensando em ajudar muitos pais que apresentam uma certa dificuldade em lidar com a situação, vamos mostrar do ponto de vista da Pediatria Infantil, a fonte das cólicas nos bebês, e partir deste texto, você vai estar muito mais bem informado antes da consulta com o seu Pediatra.

Vamos começar a cuidar da saúde do seu filho? Acompanhe a leitura.

Antes de tudo...é comum o bebê sentir cólica?

Sim. No período entre 15 e 45 dias, o bebê pode passar por um estado de maior de dificuldade com a frequência das cólicas, e com a sua intensidade. Não precisa se preocupar quanto a gravidade da cólica e a saúde em geral do bebê, porém, tomar algumas medidas como obter conhecimento, é importante, e ajuda a ter certeza se o choro do bebê é por cólica.

Descubra se o choro do bebê é por cólica

Se o bebê começou a chorar, o importante é seguir alguns passos antes de achar que o choro é de cólica. Um conselho muito dado pela Medicina Pediátrica, é o uso da técnica da eliminação.

Ela funciona assim: Quando o choro do bebê iniciar, tente verificar as seguintes possibilidades:

  • Frio e Calor
  • Fome
  • Xixi ou Cocô

Após eliminar estas possibilidades, comece a considerar a cólica.

A Fonte das cólicas nos bebês


Tudo é novo para um bebê. Ele não sabe nada quanto as ações simples e comuns a qualquer ser humano (nem mesmo eliminar gases), pois o mundo a sua volta é novo e estranho. Em contato com superfícies e ambientes, o seu corpo ainda não apresenta firmeza, o que faz o bebê cometer diversos movimentos involuntários, e segundo os médicos pediatras, o fruto de tudo parte da falta de maturidade da estrutura digestiva do bebê, formando os gases que causam as fortes cólicas.

Procure um Pediatra

Procurar um especialista é muito importante. Um médico Pediatra, vai ajudar em todo o processo de alivio das cólicas nos bebês, orientando aos pais quanto a medicação e algumas ações feitas em casa, que podem melhorar a dor nos momentos mais críticos.

Entenda que algumas ações podem ajudar em muito no alívio das cólicas, porém, uma conversa mais aprofundada com um Pediatra, pode oferecer possibilidades mais seguras.

Marque uma consulta caso o seu filho esteja com problemas de gases acumulados, e tome cuidado quanto a receitas caseiras expostas na internet, e procure acompanhar conteúdos feitos por profissionais da área, como o blog da Dual Clinic.

Um outro problema que ocorre normalmente durante o 3° mês de vida do bebê, deixa a mãe muito preocupada. Leia o nosso conteúdo: Por que os bebês fazem greve de amamentação? E entenda melhor o assunto. 

Dra. Paula Regina Colombi

Dra. Paula Regina Colombi

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB
Especialista em Homeopatia pela AMH


FALE COM O ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças