Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96306-7414

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96306-7414

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

Choro de mãe na gravidez é um sintoma de sensibilidade à flor da pele nesta fase tão especial.
 
Será que o bebê sente a tristeza da mãe?
 
Essa pergunta surge devido a ligação poderosa de mãe e filho que compartilham alimentos, substâncias e sensações.
 
Mas até que ponto um choro pode ser uma fonte de ligação emocional que transcende barreiras?
 
O que descobrimos, vai te deixar de queixo caído.
 
As emoções de uma mãe variam muito. São verdadeiras ondas que sobem e descem.
 
O mundo que o bebê desfruta dentro do útero de uma mãe é ainda um grande mistério.
 
Mas, vamos compartilhar com você o que sabemos.

Chorar muito no começo da gravidez afeta o bebê?


Chorar muito no começo da gravidez afeta sim o bebê, mas não de forma negativa, mas como uma consequência física
 
Com o aumento da frequência cardíaca da mãe, são liberados hormônios, o que aumentam o ritmo cardíaco do bebê, ou seja, ele é afetado de forma física e não emocional (até aonde a ciência compreende).
 
Chorar é uma ação normal. O que pode ser preocupante é quando se torna algo muito recorrente. A partir de um descontrole continuo, é importante que a mãe venha a cuidar de suas emoções para encontrar um equilíbrio.
 
Para que o seu bebê não seja afetado negativamente.

Coisas que o bebê faz na barriga da mãe (que talvez você não saiba)

 
Veja logo a seguir, algumas curiosidades da rotina do bebê dentro da barriga da mãe:
- O bebê dentro do útero da mãe costuma reconhecer a voz de sua protetora e seus batimentos cardíacos.
 
- Sonhos costumam ser uma forma de o feto expressar as suas experiências físicas dentro da barriga da mãe. Se a mãe toma sustos ou sofre momentos de stress contínuos, essas sensações são reproduzidas em sonhos.
 
- Movimentos físicos como o de chupar o dedo, podem ser notados a partir dos 3 meses de gestação.
 
- No final da gestação, através do ultrassom é possível notar reações semelhantes à de um bebê recém-nascido.

Mas por que o choro da mãe ocorre com frequência?


Como já citamos anteriormente, as mudanças hormonais que ocorrem no corpo de uma grávida são intensas. Esses fenômenos físicos são responsáveis por alterar as emoções.
 
Um fator psicológico deve ser levado em conta também. Como a vida da mãe passa por diferentes transformações, como se ausentar do trabalho e a necessidade de mudar toda a sua rotina, o choro se torna uma válvula de escape.
 
Por isso, se faz necessário uma atenção maior e cuidado com o lado afetivo. A importância da paciência que deve ser prestada a uma grávida, deve ser valorizada por todas as pessoas que a cercam.
 
Veja no link a seguir como é importante a consulta pediátrica no período de pré-natal.
 
Essa atitude vai ser primordial para que os cuidados com recém-nascido não sejam acometidos de erros.
 
Você não vai se arrepender de ler este artigo! Qualquer dúvida, entre em contato conosco!
 
 

Dra. Marly Sato

Dra. Marly Sato

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB


FALE COM A ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças