Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96065-9978

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

O que você entende por Tosse Crônica?
 
A: Meu filho está tossindo alto e forte
B: Faz mais de 1 semana com essa tosse
C: Pegou gripe e tosse a todo o momento
 
Seja como se encontra a situação do seu pequeno, é importante entender realmente do que se trata este incomodo, sinais, causas e como prevenir. Todas as alternativas anteriores estão erradas e não vão te ajudar em nada a cuidar do seu filho.
 
Não se culpe. Mesmo sendo mãe é impossível saber de tudo.
 
Por isso, o nosso Blog existe. Para te ajudar.
 
Não perca tempo tentando adivinhar o que está acontecendo e procure entender a Tosse Crônica mais a fundo.
 
Existem vários de níveis de Tosse e o que vamos tratar aqui, é o mais perigoso.
 
Portanto, se você tem interesse em saber mais, continue a leitura.

O que é?


Tosse crônica em criança é uma forma de proteção do pulmão na expulsão de secreção, muco e substâncias estranhas que queiram penetrar nesta área do corpo. A classificação crônica é dada para tosses que duram mais de 8 semanas. A necessidade de observação por parte dos pais se faz necessária.
 
Neste caso em especifico é necessário um acompanhamento de uma pediatra.

Quais são os sinais de tosse crônica?


Como dito anteriormente, a tosse crônica só pode ser identificada se durar por um período de 8 semanas seguidas. Uma criança nestas condições deve ser imediatamente socorrida, pois, pode apresentar um quadro sério de doenças.
 
Qualquer reação que o corpo apresente que difere do normal de uma criança, é sinal de que o organismo está funcionando a favor da saúde para expulsar causas estranhas.
 
Porém, é necessário combatê-las.

Causas da tosse crônica?


As causas da tosse crônica em criança, podem apresentar diversas origens, sendo elas:
 
  • Asma
  • Renite ou Sinusite
  • Doenças no estômago e esôfago
  • Vírus
  • Corpo estranho
  • Contato com fumaça
 
Essas são as causas mais comuns de tosse crônica em crianças. Existem outros fatores que podem gerar este incomodo, porém, são mais raros.
 
Fique atento aos tratamentos que podem ser feitos para ajudar no controle e possível cura para as causas.

Que tratamento se deve fazer?


Primeiramente identifique a causa.
 

Vírus


Geralmente termina dentro de 3 semanas e não chega a evoluir para algo crônico. Mas, se a criança ficar em lugares muito fechados e não higienizar as mãos com água, sabão e álcool gel, a situação pode se agravar.
 

Corpo estranho


Geralmente se instalam em vias respiratórias para adentrar aos pulmões. Se a tosse natural não funcionar, é necessário a criança consultar uma pediatra que deve receitar algum xarope descongestionante infantil para limpar os pulmões.
 

Contato com fumaça


Se você é um pai ou mãe fumante, evite de tragar o cigarro próximo da criança. Respeite a estrutura do seu filho. Todo o seu organismo está em processo continuo de evolução e a exposição precoce aos efeitos corrosivos da fumaça de um cigarro podem ser fatais.


Doenças no estômago, esôfago, renite, sinusite e asma


Normalmente são identificadas por um pediatra ou médico mais especifico de problemas respiratórios. Um tratamento e procedimentos regulares são indicados para a criança amenizar as consequências e melhorar o seu quadro.
 
Receitas caseiras podem apresentar um risco se não forem orientadas por um profissional. Casos específicos como este só são resolvidos com ajuda especializada.
 
Com a precaução adequada é possível evitar extensos tratamentos.

Como prevenir?


Para salvar a criança de uma tosse crônica é necessário apresentar algumas medidas de prevenção que devem ser seguidas à risca, sendo elas:
 
  • Deixar a criança longe de fumantes
  • Levá-la para tomar todas as vacinas
  • Proteja a criança da poluição excessiva do ar
  • Ensine os pequenos a sempre lavarem as mãos e usar álcool gel.
 
Quando a prevenção é o caminho, muitas preocupações e dores de cabeça podem ser evitadas.
 
Sabe aquela frase batida que diz: “É melhor prevenir do que remediar”? Parece um tipo de sabedoria banal, porém, se posta em prática, pode ajudar e muito a saúde do seu filho.
 
O seu pequeno está com tosse a muito tempo? Marque uma consulta e evite o pior.
 
A saúde do seu filho estará segura na mais nova clínica integrada da zona norte.
 
 
 

Dra. Paula Regina Colombi

Dra. Paula Regina Colombi

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB
Especialista em Homeopatia pela AMH


FALE COM O ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças