Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96306-7414

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96306-7414

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

Você sabia que na maioria dos casos a culpa do seu filho não comer é sua? Entenda como reverter a situação com 17 dicas rápidas e poderosas.
 
Alimentar, desenvolver e crescer.
 
Em grande parte da vida essa é a ordem natural das coisas.
 
Se a parte de “alimentar” não for bem-feita as demais não vão evoluir de forma saudável.
 
Quando a criança começa a fazer birra para comer é por que algo está errado. Não é um comportamento normal, mas sim, algum erro que você cometeu ao longo da educação alimentar do seu bebê.
 
Continue a leitura e corrija agora mesmo.

#1 – Não confunda firmeza com rigidez


Seu filho não come e você começa a tratá-lo com broncas e excessos de ordens? Ser firme com os horários e com alimentos saudáveis é manter uma regularidade nas ações e não fazer uma pressão forçada.

#2 – Dê o exemplo para o seu filho


Você quer que o seu filho coma verduras e legumes, mas fica comendo hambúrguer na frente dele? Desse jeito nunca que ele vai ter exemplos saudáveis.

#3 – Meu filho não come: Sem aviãozinho


Mimar o seu bebê não vai adiantar nada. Depois fica reclamando: - Meu filho não come! Muito disso vem dos mimos e um deles é o chamado aviãozinho que vai deixar seu pequeno mais birrento.

#4 – Não faça negócios com o seu bebê


“Se você comer essa alface eu te dou um chocolate...”  Não vai dar certo. O bebê só vai se alimentar daqui para frente se você oferecer algo em troca.

#5 – Libere o pequeno para se alimentar com as mãos


Não fique oprimindo o seu filho. Obrigando ele aprender a comer de garfo e faca de forma precoce, pode traumatizá-lo. Deixe ele comer com as mãos e ter um pouco de prazer.

#6 – Refeições apenas nas horas certas


Crie horários fixos para acostumar o bebê com as refeições. Não fuja desses momentos pré-fixados. Ajuda na educação alimentar evitando que a criança coma forçado.   

#7 – Obrigar a criança a comer está errado


Ficar forçando a barra para a criança comer, é não entender quando ela não está com apetite. Espere ela sentir fome e tomar a iniciativa para comer.

#8 – Líquidos tomam o espaço da comida


Encher o pequeno com sucos, refrigerantes e água, vai deixar a barriga da criança sem nenhum espaço para comida por ter um estômago pequeno.

#9 – Seu bebê não merece comida sem gosto


Procure experimentar primeiro a comida para ver se tem um bom gosto para o seu bebê. Caso o paladar dele recuse, arrume uma forma saudável de temperar o alimento.

#10 – Equilibre amamentação com a comida sólida


Se a criança já tem idade suficiente para começar a se alimentar com comida sólida, mesmo no período de amamentação é importante equilibrar os dois no menu do bebê.

#11 – Espaço zen e ambiente saudável


O local das ceias da criança deve ser tranquilo e sem muita agitação. Lugares barulhentos criam ansiedade e tiram automaticamente o apetite.

#12 – Gosto não se discute


Tem alimentos que não vão agradar de jeito nenhum e mesmo que você insista não vai adiantar. Saiba respeitar o gosto do paladar e identifique o que provoca as caretas.

#13 – Verduras e legumes de forma líquida (não funciona)


Não vá nessa ideia de que tudo se resolve no liquidificador. Jogar verduras e legumes tudo em um só lugar e bater não vai adiantar. Oferecer e achar que vai ajudar o bebê a se acostumar é um grande erro.

#14 – Alimentos saudáveis sempre a mesa


Em todas as refeições sempre deixe alimentos saudáveis a mesa. Essa atitude vai despertar curiosidade e vontade de experimentar.

#15 - Bebe comendo belisco não pode


Beliscos entre os intervalos das alimentações principais vai tirar a vontade da criança de comer. Evite os “petisquinhos” e não tire a fome do seu bebê.

#16 – Como fazer o bebê comer se você não varia o cardápio


Bebê enjoa da mesma comida sim. Procure pesquisar um cardápio mais variado e que deixe o seu neném animadinho para comer.

#17 – O que fazer para a criança comer: Muita comida não adianta


Não ofereça comida em excesso, não vai adiantar tentar satisfazê-lo de uma vez. Tenha paciência com o seu baby e dê o alimento aos poucos.
 
Comece a seguir todas as nossas 17 dicas e observe a evolução do seu filho. Caso não alcance resultados e o seu pequeno continuar fazendo aquela birra para comer, recomendamos que marque uma consulta agora com uma das nossas pediatras e veja o que pode ser feito pelo seu filho.

Dra. Marly Sato

Dra. Marly Sato

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB


FALE COM A ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças