Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96306-7414

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 - Vila Nova Cachoeirinha

Ícone telefone

(11) 3851-8411

Ícone telefone

(11) 96306-7414

Ícone horário

Horário: Seg. à Sex. 08:00 as 19:00

Ícone endereço

Av. Parada Pinto, 135 – Vila Nova Cachoeirinha

Ser pai e mãe é uma das tarefas mais difíceis, pois a criança, pode apresentar alguns sintomas que de início podem parecer um grande mistério. Então, como desvendar as dificuldades e incômodos do seu filho de forma correta?

Vamos responder as principais dúvidas sobre língua presa em bebês, e saiba como reconhecer este problema e descubra as melhores formas de tratamento.

Acompanhe o nosso texto para descobrir mais!
 

1 – O que é língua presa?

Trata-se uma pequena membrana localizada na parte inferior da gengiva, que funciona como um freio, que impede que alguns movimentos naturais, possam ser feitos. No caso de um bebê por exemplo, fica mais difícil perceber, o que nos leva a descrever quais são os sintomas.

Leia o próximo tópico para entender melhor!
 

2 – Como saber se o bebê tem língua presa?

Existem alguns sintomas que podem passar desapercebidos pelos pais, mas os que indicam língua presa são os seguintes:

- Limitação nos movimentos da língua, como coloca-la para fora ou move-la para os lados ou levantá-la até os dentes superiores.

- O bebê costuma morder o mamilo da mãe ao invés de sugar o leite materno no momento da amamentação, o que o faz se aproveitar pouco do alimento, causando assim mais reações de fome.

- Língua em formato diferente do convencional, quando exposta para fora. 

E os riscos que estes indicativos pode trazer? É o que vamos descobrir logo a seguir.

 

3- Quais são os riscos?

O bebê pode perder peso, pois como explicado acima, ele se alimenta com dificuldade, e o seu crescimento pode ficar prejudicado, acontecendo de forma mais lenta. Quando começa a falar e a desenvolver uma comunicação social, ocorrem problemas na fala, o que pode gerar muitas brincadeiras em ambiente escolares, conhecido como o famoso bullying.
 

4 – Existe Tratamento?

 

Sim. Porém antes de inicia-lo, é importantíssimo levar o bebê para ser avaliado por um pediatra, que fará perguntas simples e alguns exames físicos. Após o diagnóstico comprovado, se o bebê apresentar dificuldades para amamentar, o procedimento de corte da membrana que prende a língua é recomendável.

 

Existem casos aonde a criança se alimenta normalmente, o que faz o especialista cancelar a necessidade deste tratamento, esperando com o tempo, a reversão do quadro.
 

5 – Cirurgia para língua presa em bebês

 

Existem 3 tipos de cirurgias de língua presa para bebês, para diferentes graus de gravidade e faixa etária, são elas:

 

Frenotomia: É um corte feito na membrana presa a língua, feita no consultório por um pediatra, recomendada para qualquer idade.

 

Frenuloplastia: Cirurgia de reconstrução do músculo da língua, que deve ser feita a partir dos 6 meses de idade.

 

Cirurgia a Laser: O corte da membrana é feito com o uso de um laser, e só pode ser executada após ao 6 meses.

 

Para quem gostou deste conteúdo, continue lendo o nosso blog, temos matérias especiais que ajudam você a cuidar do seu filho.

 

Dra. Marly Sato

Dra. Marly Sato

Formada pela Faculdade Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia - SP
Especialista em pediatria pela AMB


FALE COM A ESPECIALISTA
Ebook sobre Alergia em Crianças